Em busca de mais

Nosso Pároco em suas dissertações sobre o Ano do Laicato

Pe CARMINE PASCALE

Estamos caminhando para o fim do “Ano do Laicato” e tenho refletido sobre isso. Não apenas em torno dos objetivos de terminar o ano assim, e os mais fortes são, sem dúvida, fazer com que todos percebam a importância fundamental do leigo na Igreja, de seu serviço pastoral, de sua presença, para muito além dos muros, da sua vivência do encontro… Venho pensando nesses momentos em que já vivemos a sensação do “fim”, que é um tanto saudosista, só que nem sempre supõe um marco para a renovação. Dizendo de outro modo: aplaudimos esses momentos, refletimos ao longo de todo o período, mas e depois? Acabou?

” A Palavra do Senhor, em toda a sua plenitude, profundidade, verdade. Sem tirar nem pôr, pois não há como “escolher”   partes da verdade.”

Pois o mês de setembro nos ajuda a responder: é claro que não! Porque essa Igreja, com cada um de seus fiéis, precisa continuar atuando no mundo, e sempre com mais urgência, e assim com maior força e eficácia! Cada um precisa viver em profundidade a fé, e como tantas vezes dizemos: isto é seguir com coerência, em vida cuja base é, tem que ser, a Palavra. A Palavra do Senhor, em toda a sua plenitude, profundidade, verdade. Sem tirar nem pôr, pois não há como “escolher”   partes da verdade. A verdade é sempre inteira… acho que já disse isso também, em outras ocasiões. Mas não custa repetir, afinal tem muita gente por aí que quer manipular verdades, e como estamos em época de “fake news” as distorções proliferam, e em grande celeridade, porque os meios de comunicação estão muito eficazes e ao alcance de todos…

Não nos deixemos levar pelo imediatismo e pelo conforto aparente de “respeitos humanos”. Não colaboremos, ainda que sem intenção, com as manipulações que estão aí! Por isso, aprendamos com o Senhor a não calar, quando for necessário nos posicionarmos. Mas aprendamos, com a Palavra meditada, a oração diária, o conhecimento da fé! Aí está a mensagem deste mês: católico que não conhece a Bíblia, que não tem consciência da sua fé, que não conhece o Catecismo… não tem como fazer essa diferença tão primordial!

Aproveitemos, então, todo este mês de setembro pra exercitarmos a nossa fé, ganhando músculo! O exercício diário dá a certeza de que vale a pena e nos dá o desejo de continuar. E então, cada um terá a capacidade, e a cada oportunidade é inspirado pelo Espírito, para transformar o mundo, apresentando a Palavra com a vida, com obras que transformam, e às vezes, com os lábios, sempre que preciso for.

Um excelente mês de setembro, recheado da Palavra do Senhor!

Curta nossa fanpage e inscreva-se em nosso canal