Voz do Pastor › 09/08/2015

“Família, Igreja doméstica”

Family_Sunset

Em mês dedicado às vocações, a Semana Nacional da Família surge diante de nós como ponto central, com toda a importância que a instituição familiar carrega. Afinal, é a família um “celeiro de vocações”, lugar em que se prepara todo chamado, espaço que é de comunicação – e especialíssimo – dos valores que não passam… Assim deve ser uma “Igreja Doméstica”, esse é o quadro delineado para nossas famílias!

É cada vez mais importante que nos voltemos para a construção da família hoje, pois vivemos um momento tão conturbado que há quem levante dúvidas até mesmo sobre o seu conceito. A família vive inúmeros desafios, mas é na resposta a esses mesmos desafios que se fortalece, conserva a fé e faz com que cada um de seus membros aprenda a viver o amor paciente, da melhor estirpe, do tipo que sabe lidar com as diferenças de gerações, pedir desculpas, e viver do principal. É ainda no seio da família que as crianças e jovens podem ser educados para a vida em sociedade, reconhecendo-se como instrumentos de Deus na transformação do mundo, “de dentro” dele. É pela família que podem aprender a respeitar o outro, a respeitar a Criação (algo tão necessário e urgente…) e a lutar contra a “cultura do descartável” e contra a exclusão que só destrói.

E assim voltamos à questão vocacional. A consciência verdadeira sobre a missão de cada um, sobre o testemunho a ser dado, nasce aí. E uma família cristã de fato abre-se a todas as realidades vocacionais, acolhe-as, e se prepara para amar aquelas que estarão presentes bem de perto. Não rechaça chamado algum, mas ama a escolha de Deus para seus filhos! Esta é uma grande maneira de louvor!

Não há melhor jeito de construirmos o Reino do que fazer brotar as vocações e garantir que estas sejam autênticas e cuidadas. Seja como leigo, como consagrado ou como ministro ordenado, todos temos um papel crucial a desempenhar, em forma de serviço, no mundo que nos rodeia! Por isso, ser consciente do testemunho a dar é buscar uma formação sempre maior. Dizer “sim” a Deus é assumir – e permitir que os outros assumam – o lugar que nos cabe na Igreja. Servir é tornar-se profeta, desafiando comodidades, ideologias mundanas, ações egoístas, autorreferenciadas.

Que busquemos construir a família segundo o projeto traçado pelo Senhor. Que ela seja reflexo de Sua ternura, espelho da alegria genuína (família cristã sabe sorrir!). Que nossas casas sejam lares. Que neles a presença de Deus seja sentida em cada rosto e em cada objeto, porque em casa de família de verdade reina a harmonia e a beleza divina pode se manifestar.

Padre Carmine Pascale

Print This Post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


LITURGIA DIÁRIA

Evangelho: 33º Domingo do Tempo Comum

Santo: São Rafael de São José

HORÁRIO DE MISSAS
Horário_Missas_03

Clique aqui para assistir Ao Vivo Cadastre-se na nossa Newsletter
CALENDÁRIO PAROQUIAL
VEJA +
  • Nada agendado para hoje
AEC v1.0.4
A PARÓQUIA

Conheça a nossa história, as pessoas que estão conosco, o nosso testemunho de fé e as atividades do dia a dia. COMO CHEGAR, FALE CONOSCO, SECRETARIA PAROQUIAL

ENQUETE
Você acessa este site para ..?
Ver o resultado
Dog