Fé cidadã garantida pelo "fio do bigode"!

Nosso Pároco reinicia suas dissertações para o novo ano

Pe CARMINE PASCALE

A mensagem deixada pelo Santo Padre para o Dia Mundial da Paz, que vivemos juntos no último dia 1º, toma sem dúvida uma dimensão gigantesca em nossa realidade brasileira, de tantas expectativas, desafios, assombros. Mas seu tema, “a boa política está a serviço da paz”, não pode ser preocupação restrita a  governantes, mas a cada cidadão!

“A boa política está a serviço da paz”

Fico pensando no papel que carregamos, eu e vocês, nessa direção. E termino por reconhecer que ainda precisamos assumir o nosso lugar nesta caminhada. Questionamos tanto, questionamos tantos, mas que cidadãos somos nós? Que cidadania é a nossa se não a temos mergulhada em nossa fé, cultivada em Cristo? Cidadania pagã não vai pra frente… acaba presa nos egoísmos e egos, ou não? Vira erva daninha da sociedade…

não é?

Creio que é exatamente assim! E vocês já devem ter lido, a esta altura… Ainda ao anunciar a mensagem, a Santa Sé já destacava: “não há paz sem confiança recíproca”. E continuava: “a confiança tem como primeira condição o respeito pela palavra dada”. E por isso precisamos tanto resgatar a confiança!! Precisamos resgatar aquela palavra que era firme, que valia “o fio do bigode”! Palavra dada, lei! Palavra firme de quem sabia assumir os compromissos e tomá-los como deveres!

Acredito que precisamos acreditar na humanidade, pois o Senhor nunca deixou de acreditar, ainda quando Adão se descobriu nu. A humanidade foi fruto de Seu amor, criada à Sua imagem e semelhança. E Ele viu que era bom! Quem somos nós para desacreditar na humanidade, então? Como achar, como se ouve por aí, que o cachorrinho que criamos é melhor do que o irmão que bate à nossa porta ou convive conosco?

Resgatemos a confiança na humanidade, cultivando o respeito aos direitos de todos. Comecemos por garantir a todos, por nossa missão, o direito a descobrir que a sede que têm é do Senhor, esse Senhor a quem amamos e seguimos, e a quem devemos apresentar com nossas vidas, nosso testemunho cristão, nossa fé encarnada! 

Que este seja um ano de paz na Terra, em que as redes sociais e as notícias se locupletem de palavras de solidariedade, fraternidade, misericórdia, perdão. Que seja um ano de mãos estendidas e sorrisos mútuos. Que seja um ano em que o nosso direito não seja tomado como maior do que o de quem está ao lado. Que ele esteja fundamentado no serviço doado, no cumprimento admirado, para muito além de mero costume educado.

Curta nossa fanpage e inscreva-se em nosso canal