O ANO DO LAICATO (4) « Paróquia de São Judas Tadeu
Voz do Pastor › 01/06/2018

O ANO DO LAICATO (4)

 

PROFETISMO LAICAL

Passamos pela Páscoa e o Tempo Pascal nos mostrou como as primeiras comunidades foram construindo o tempo da Igreja, e fomos nos preparando, a partir do exemplo de oração, serviço e fé dos Apóstolos, até que, com eles, vivenciamos novo Pentecostes. E então o mês de junho chega e nos insere no Tempo Comum, quando somos apresentados não a uma “rotina da mesmice”, mas à oportunidade de renovação fecunda da rotina, renovação plena de nossas realidades. Plenos do Espírito, o que nos cabe? Cumprir a missão que nos foi dada pelo Senhor! E neste Ano do Laicato, cada leigo e leiga precisam reconhecer seu lugar profético na realidade!

Todos sabemos que a ideia de profetismo que carregamos não tem nada a ver com aquela usual no mundo, de alguém que “adivinha” acontecimentos. Ao falarmos de profetismo na Igreja, e de profetismo laical, estamos dizendo que toda a Igreja, a começar pelos fiéis leigos, participa da função profética de Cristo. Como membros do Corpo Místico de Cristo, falamos hoje em nome do Senhor. Somos os anunciadores deste século, e somos aqueles que também denunciam o que não convém, o que não cabe à humanidade. Com palavras, testemunho e vida.

Não precisamos dizer o quanto isto é fundamental em nossos dias. Todos estamos vendo o que está ao nosso redor e nem nos espanta mais o que impõe-nos mais uma vez a missão profética, afinal! Em um mundo em que não nos sensibiliza mais tanta violência, morte de policiais, descaso com o outro, dinheiro acima de tudo, miséria e fome, abandono… nesse mundo tudo vai muito mal. E se estamos no rol desses que já ignoram o peso de tudo isso, então não estamos – definitivamente não estamos – vivendo a nossa missão. Digo mais, não sabemos o que é a nossa fé!

Peçamos ao Senhor que nos dê a sensibilidade e a força necessárias ao profetismo do século XXI, aqui mesmo onde estamos, em cada lugar de nossa Arquidiocese! Peçamos a Ele que saibamos servir desinteressadamente e amar sem medidas – pois esse é o parâmetro, já nos ensinou Santo Agostinho! Peçamos a Ele, neste mês dedicado a Seu Sagrado Coração, que busquemos fazer o nosso coração semelhante ao Seu – um coração servidor, misericordioso, capaz de perdoar e amar sem nem olhar a quem. Peçamos a Ele, enfim, um coração de onde possa emanar para a nossa boca os Seus valores e as palavras formadoras de justiça e paz. Peçamos ao Senhor que nos dê a sensibilidade e a força necessárias ao profetismo do século XXI. Mística é a motivação para a missão de servir e promover a vida.

Pe. Carmine Pascale
Pároco

Print This Post

LITURGIA DIÁRIA

Evangelho: 5ª-feira da 11ª Semana do Tempo Comum

Santo: SÃO LUÍS GONZAGA

HORÁRIO DE MISSAS
Horário_Missas_03

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR AO VIVO OU GRAVAÇÃO Cadastre-se na nossa Newsletter
CALENDÁRIO PAROQUIAL
VEJA +
  • Nada agendado para hoje
AEC v1.0.4
A PARÓQUIA

Conheça a nossa história, as pessoas que estão conosco, o nosso testemunho de fé e as atividades do dia a dia. COMO CHEGAR, FALE CONOSCO, SECRETARIA PAROQUIAL

ENQUETE
Você acessa este site para ..?
Ver o resultado