“Senhor, por que razão hás de manifestar-te a nós e não ao mundo?” (Jo 14,22)
Pixabay - Creative Commons

Estas atitudes são universalmente importantes e cruciais para o crescimento saudável

"Ensinar é mais do que uma profissão; é uma missão que consiste em ajudar cada indivíduo a reconhecer suas qualidades insubstituíveis e únicas para que ele possa crescer e se desenvolver”. – João Paulo II

Ensinar uma criança é uma tarefa exigente que envolve a formação para torná-la um adulto com muitos dons e valores. A sociedade, nossas famílias e nossos amigos estão cheios de ideias educacionais, que adotamos em maior ou menor grau, de acordo com nossos valores pessoais. Algumas qualidades, no entanto, são universalmente valorizadas e importantes. Aqui está uma pequena lista de qualidades importantes que ajudarão as crianças a amadurecer, tornando-se adultos gentis e responsáveis ​​– e algumas dicas de como promovê-las em nossos filhos.

  1. Curiosidade e sede de aprendizagem

Incentivar a curiosidade em uma criança contribuirá para o seu despertar, para a expansão de seus conhecimentos, para o desenvolvimento de seus interesses e para a abertura de seu espírito. Livros são um grande aliado: tenha muitos livros em casa e os torne acessíveis para seu filho(a); em breve ele(a) vai se interessar por eles. Observe e promova os interesses dos seus filhos, e incentive-os a ser observadores. Brinque de jogos de perguntas e respostas. Você pode se surpreender com as perguntas que seu filho faz, e as respostas que ele dá!

  1. Sentido de responsabilidade

As crianças precisam entender que as ações envolvem responsabilidade. Reconhecer nossos erros e sucessos é uma parte importante da aprendizagem. Esta noção é um pouco abstrata para crianças muito novas, mas é possível ajudá-las a descobrir seu senso de responsabilidade simplesmente modelando isso. Quando seu filho tiver idade suficiente para ajudar em casa, você pode atribuir-lhe tarefas simples. Permita que ele complete essas tarefas de forma independente para mostrar sua confiança nele e incentivar seu senso de responsabilidade.

  1. Honestidade e integridade

“O justo anda na sua sinceridade; bem-aventurados serão os seus filhos depois dele” (Provérbios 20,7). O que mais pode ser dito para mostrar a importância de ser honesto e fiel a si mesmo? A firmeza e a integridade são qualidades transmitidas através do exemplo dos pais. As crianças precisam ter confiança em você e confiar que você não está escondendo nada delas. Honestidade estimula honestidade. Não minta para seu filho – diga a verdade, independentemente do contexto, mesmo que seja necessário simplificar certos conceitos. Além de um senso de responsabilidade, a honestidade ajudará uma criança a amadurecer, tornando-a um adulto justo e respeitável.

  1. Paciência

Uma qualidade difícil de adquirir e manter, a paciência é uma virtude preciosa que é muito útil para aqueles que a praticam diariamente. O mais cedo possível, acostume seu filho a ser paciente. Deixe-o saber quanto tempo ele terá que esperar, e mantenha sua palavra. Desta forma, seu filho estará ciente de que ele vai conseguir o que ele pede se ele puder esperar pacientemente, e provavelmente ele será mais paciente da próxima vez. Para conseguir manter essa qualidade, ajude seu filho a desenvolver autonomia. Uma criança independente poderá manter-se ocupada enquanto espera. Manter-nos ocupados certamente ajuda a passar o tempo.

  1. Respeito

O respeito é uma qualidade fundamental na educação de uma criança. Envolve muitos aspectos: as pessoas que nos rodeiam, o ambiente, a vida em todas as suas formas… O respeito é uma qualidade que convida à reciprocidade: uma pessoa respeitosa também é respeitável. Em respeito ao seu filho, você o ensina a respeitar. Não minimize seus problemas, suas palavras ou seus sentimentos. Saiba como se desculpar e reconhecer seus próprios erros, para mostrar que o respeita. Incentive-o a expressar seus sentimentos e a validá-los. Mostre para seu filho que os sentimentos dele são legítimos, respeitando-os.

  1. Bondade e compaixão

“Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo” (Efésios 4,32). A bondade é uma qualidade definidora do coração humano. Altruísmo, generosidade, solidariedade, compaixão… Todos esses termos definem, de maneiras diferentes, essa qualidade de atenção aos outros. É importante cercar-se com bondade e ser amável com os outros. Explique ao seu filho que devemos agradecer o que Deus nos deu, e que uma boa maneira de mostrar essa gratidão é nos doando aos outros. Destaque os comportamentos amáveis ​​e altruístas que você observa em seu filho, elogie sua participação e convide-o a notar a bondade dos outros em relação a ele. Sucintamente incentive seu filho a notar como ele se sente ao ser gentil e ao receber bondade. Isso irá ajudá-lo a apreciar o valor de ajudar os outros, e desenvolverá seu senso de empatia.

  1. Perseverança

Incentivar a perseverança em uma criança a ajudará a alcançar os objetivos que ela estabelece para si mesma e a não desanimar em todas as dificuldades ou fracassos. Ensine a criança a estabelecer metas realistas e a avaliar o esforço sobre os resultados. Mostre sua confiança nela – não superproteja, mas fique disponível. Mostre interesse pelo que ela está fazendo e mostre quão orgulhoso você está com ela e pelas suas realizações, não importa o resultado. Explique ao seu filho que os erros são normais, destaque as lições que ele pode aprender com os erros e, o mais importante, não o compare com os outros.

Por Aleteia

Logo_São_Judas_branco

Av. Alm. Ary Parreiras, s/nº - Icaraí - Niterói - RJ

Logo_São_Judas_branco

Av. Alm. Ary Parreiras, s/nº - Icaraí - Niterói - RJ

Leia mais